Meditação de 13 de Junho de 2018
Pr. Alexander Busch

OLHANDO PARA JESUS

“Assim nós temos essa grande multidão de testemunhas ao nosso redor. Portanto, deixemos de lado tudo o que nos atrapalha e o pecado que se agarra firmemente em nós e continuemos a correr, sem desanimar, a corrida marcada para nós. Conservemos os nossos olhos fixos em Jesus, pois é por meio dele que a nossa fé começa, e é ele quem a aperfeiçoa”

(Hb 12.1-2)

 

Recentemente me deparei com a seguinte história. Talvez você também se lembre do menino que, em 2014, virou notícia por comprar um carro. Residente em Assis Chateaubriand (PR), o menino, desde os 7 anos de idade, juntava as moedas e trocados que ganhava dos pais e familiares. O pai lhe abriu uma caderneta de poupança e, ao longo de três anos, o menino manteve seus olhos firmados em seu objetivo de economizar, resistindo às tentações para gastar o dinheiro com outras ofertas. Finalmente, aos 10 anos, o menino adquiriu um Fusca 1976 no valor de R$ 2,5mil. O menino contou que sua inspiração vinha do testemunho do próprio pai, “Quando o meu pai tinha 13 anos, ele comprou o primeiro Fusca dele. E eu sempre gostei de Fusca e falava para ele que também queria o meu. Meu pai me disse, ‘se você juntar dinheiro, você vai conseguir comprar’. Então eu comecei a poupar”. Com o carro no nome do pai, pai e filho podiam sair juntos para pescar. Hoje, aos 14 anos, o jovem está realizando outro objetivo: oferecer palestras sobre como poupar e realizar seus sonhos.

Nesta bonita história podemos observar um paralelo interessante com o texto de Hebreus 12. Esta carta foi escrita para pessoas que estavam passando por dificuldades e aflições. A pressão e tentação para abandonar a convivência com Jesus e sua comunidade eram grandes. Era preciso perseverar. Era preciso manter-se firme. Desta feita, o autor de Hebreus, no trecho que antecede as palavras citadas acima, menciona o testemunho de várias pessoas ao longo da história que também tiveram de enfrentar adversidades, momentos de desânimo e perigo, mas que, com a ajuda de Deus, conseguiram perseverar na fé. Para nós, fica a pergunta: quem são as pessoas ao nosso redor cujo testemunho de vida nos ajuda a perseverar na fé?

Além da grande nuvem de testemunhas, o texto em Hebreus nos recomenda para manter os olhos fixos em Jesus. É ele quem pode nos dar coragem e ânimo para enfrentar as adversidades, e perseverar no caminho. É ele quem nos guarda em suas mãos, mesmo quando caímos e precisamos recomeçar. Queira Deus, nos caminhos e descaminhos do mundo, nos caminhos e descaminhos da igreja, manter os nossos olhos firmes em Jesus e seu testemunho. Ele é a razão e fundamento da nossa fé.

Esta é a última mensagem que eu, Pastor Alexander, escrevo para o boletim da igreja. O encerramento das minhas atividades como pastor na IERCastrolanda será realizado no culto matutino em 08 de julho. Enquanto Pastora Adriana e eu aguardamos um novo chamado para exercer o ministério pastoral na Igreja de Confissão Luterana, contamos com suas orações. Aproveito também para agradecer a Deus pelo tempo e oportunidades de compartilhar a Palavra de Deus com a comunidade de Castrolanda, e crescermos juntos na fé, com os olhos fixos em Jesus.

Pr. Alexander Busch